E-mail: vendas@compremudas.com.br(43) 9 9831-9168(41) 3180-0076
Buscar no site
URUCUM(Bixa Orellana)

Tabela do desconto

Características

TAMANHO DA PLANTA8 A 20CM

Cultivo

COMO CULTIVAR– As covas, para plantio das mudas em seus locais definitivos, deverão ser abertas com espaçamentos médio de 6 x 4 metros

– As covas deverão ter dimensões médias de 40 x 40 x 40 cm.

– Misturar ao solo da cova os seguintes componentes:

– 15 litros de esterco de curral bem curtido.

– 250 gramas de adubo NPK 2-30-10.

– 250 gramas de calcário dolomítico.

– Incorporar todos os ingredientes na terra retirada da cova e depois de homogeneizado, voltar o composto formado, novamente para dentro da cova. Esse processo deverá ser realizado, em média, 20 dias antes do plantio das mudas.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

DESCRIÇÃO DO PRODUTOUrucum muda de 10 a 20cm



O urucum é uma arbustro exuberante, seja pela beleza de suas flores, seja pelos seus vistosos cachos de frutos. Originária da região amazônica, suas sementes são muito utilizadas pelos índios para tingir a pele e os cabelos. Suas folhas são em formato de coração, com a ponta afilada, glabras, alternadas e sustentadas por longos pecíolos.

As inflorescências são compostas de muitas flores brancas, levemente rosadas. Os frutos são cápsulas ovóides a globosas, deiscentes e de coloração marrom-avermelhada que encerram numerosas sementes pequenas e ricas em corante vermelho, conhecido como bixina. Floresce nos meses mais quentes do ano.

O urucum é muito rústico e pode ser conduzido como arbusto ou árvore, podendo alcançar até 9 metros de altura. Seu corante tem larga utilização na indústria alimentar, farmacêutica, cosmética, de tintas e tecidos. Na cultura popular também é conhecido pelas suas propriedades fitoterápicas, com ações expectorantes, antibióticas, antiinflamatórias, entre outras. A madeira é de qualidade mediana e é aproveitada localmente.Devem ser cultivadas sob sol pleno, em solo fértil, bem drenado, e enriquecido com matéria orgânica. Árvore tipicamente tropical, não se adapta a países de clima temperado. Não tolera frio ou geadas. Multiplica-se por sementes e por estaquia.

Medicinal : As suas sementes são referidas na literatura etnofarmacológica como medicação estomática, tonificante do aparelho gastrointestinal, antidiarreica, antifebril, bem como para tratamento caseiro das palpitações do coração, crises de asma, coqueluche e gripe. Empregado em medicina popular, na forma de chá ou maceradas em água fria, ou ainda como xarope nos casos de faringite e bronquite. A massa semissólida obtida das sementes é usada, externamente, para tratamento de queimaduras, especialmente para evitar a formação de bolhas e internamente como afrodisíaca, enquanto o cozimento das folhas (decocto) é bebido para atenuar os enjoos da gravidez. Estas propriedades, no entanto, ainda não foram confirmadas cientificamente.

Quem viu, também comprou

Quem comprou, também comprou