E-mail: [email protected]mudas.com.br(43) 9 9654 1237(41) 3180-0076
WALKERIANA ESTRELA DA COLINA - MUDA 5 A 10 CM

De: R$ 24,99Por: R$ 13,79ou X de

Economia de R$ 11,20

10% de desconto no Depósito Bancário

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Características

Tamanho da Muda5 a 10CM

Cultivo

COMO CULTIVARRECEPÇÃO E DESEMBALAGEM: Ao receber as mudas desembale-as imediatamente. Mergulhar as raízes em água com açúcar por aproximadamente 15 minutos se a planta estiver muito murcha. Plantar em seguida em substrato novo e úmido.

Por seu porte pequeno, essa espécie se adapta muito bem ao cultivo em ambiente interno, desde que tenha boas condições de umidade e iluminação – ajeite-a no peitoril de uma janela, por exemplo, protegido por uma cortina translúcida, evitando o sol forte da tarde. O ideal é que a temperatura média fique entre 25ºC e 35ºC durante o dia e entre 20ºC e 30ºC à noite.

Por ser orquídea epífita (que cresce sobre árvores), a Cattleya walkeriana prefere substrato bem arejado. Há muitas opções além da mistura básica de casca de pínus, chips de coco e pedacinhos de carvão: isopor picado, casca de arroz carbonizada, caroços de açaí, cavacos de madeira (as espécies Mimosa caesalpiniafolia e Anandenanthera columbrina vêm sendo usada com sucesso como substrato alternativo). A casca de arroz carbonizada, aliás, oferece silício, um nutriente que ajuda a proteger a orquídea de pragas e doenças.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

DESCRIÇÃO DO PRODUTOBrasileira, essa espécie foi descoberta por George Gardner, em 1839, vegetando nos galhos de árvores à margem de um riacho afluente do Rio São Francisco, em Minas Gerais. Seu nome homenageia Edward Walker, assistente que acompanhou o botânico durante dois anos nas viagens pelo Brasil. Mundialmente conhecida e apreciada, a Cattleya walkeriana também pode ser encontrada em ambiente selvagem nos estados de Goiás, Mato Grosso e São Paulo, sempre próxima a rios, lagos ou pântanos.

Um dos atrativos mais marcantes dessa espécie de orquídea é sua fragrância peculiar, que lembra o aroma de canela. A variedade de cores também chama atenção, rendendo-lhe nomes diferentes, com destaque ao lilás (tipo), branco (alba), branco com labelo lilás (semialba), azulado (designada caerulea) e lilás com riscos púrpuras (chamada flamea). Suas flores, grandes se comparadas às demais Cattleya, podem enfeitar a casa por vários dias, especialmente nos meses de abril, maio e junho.

Quem viu, também comprou

Quem comprou, também comprou